Ruptura edição 2.0

Inscrições abertas pra edição 2.0 do Ruptura, evento de empreendedorismo e inovação da UFMG. Para quebrar suas certezas e abrir novas possibilidades. Qual é a sua Ruptura?

Para mais informações acesse.

 

Orientações para divulgação de eventos na UFMG por meio eletrônico

Com o intuito de tornar mais acessíveis as mensagens digitais enviadas para nossa comunidade acadêmica por mailing eletrônico, solicitamos a adoção de determinadas práticas no momento de produção do conteúdo dessas peças. O objetivo é garantir que softwares específicos de leitura para usuários cegos sejam capazes de decodificar tais mensagens, garantindo o acesso à informação.

Para o atendimento desta solicitação, orientamos que todas as mensagens dirigidas à comunidade universitária sejam preferencialmente encaminhadas como texto. No caso de utilização de uma imagem como conteúdo do e-mail (a exemplo de um cartaz digital), o conteúdo da mensagem deve ser reproduzido na íntegra logo abaixo da imagem, de maneira que os softwares ledores consigam captar o texto e reproduzi-lo em áudio para o usuário.

Esclarecemos ainda que, nas situações em que o objetivo seja preservar a imagem da interferência do texto, basta utilizar a menor fonte possível, na cor branca. Sugerimos o uso da fonte Calibri, no tamanho 10.

Para atender aos critérios determinados pela Lei Federal 13.146, de 6 de julho de 2015 – Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência- é imprescindível que, nos materiais de divulgação digital produzidos na UFMG, esses procedimentos sejam adotados.

Na certeza de contarmos com a colaboração de todos, colocamo-nos à disposição para outros esclarecimentos que se façam necessários.

Of.nai-031-2017 comunicação acessível

Escola de Engenharia comemora 106 anos com homenagens a ex-alunos e entrega de medalha a Leo Heller

A Escola de Engenharia da UFMG comemorou, com solenidade no dia 20 de maio, 106 anos de existência. Foram homenageados egressos com 60, 50 e 25 anos de formados. A comemoração é realizada desde 1934.

Na ocasião, o engenheiro e professor aposentado da UFMG Leo Heller recebeu a Medalha Conselheiro Cristiano Otoni, outorgada anualmente pelo governo de Minas Gerais a personalidade com contribuição destacada à engenharia. A medalha foi entregue pelo secretário estadual de Transportes e Obras Públicas, Murilo de Campos Valadares.

Depois de um café da manhã de congraçamento, discursaram o engenheiro civil Riccardo José Cioglia, representando os egressos de 1957, o engenheiro mecânico Aluisio de Aguiar Maia Saliba, pela turma de 1967, e o engenheiro metalúrgico José Vale de Matos Junior, um dos graduados em 1992.

“É um evento de caráter familiar, em que a Escola manifesta gratidão aos ex-alunos e mostra o que está realizando hoje”, comenta o diretor da unidade, Alessandro Fernandes Moreira [foto]. “A Escola de Engenharia tem a missão de formar profissionais e pessoas, incubando ideias e projetos capazes de contribuir para a transformação da sociedade.” A festa reuniu mais de 400 pessoas.

Leo Heller, que atuou no Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, foi apresentado e saudado pelo ex-colega de departamento Carlos Augusto Chernicharo. Relator especial da ONU para os Direitos Humanos à Água e ao Esgotamento Sanitário, pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz, Heller é doutor em Epidemiologia pela UFMG e fez pós-doutorado na University of Oxford (Reino Unido). Foi chefe de departamento, diretor da Escola de Engenharia e pró-reitor adjunto de Pós-graduação.

Confira as fotos

Solenidade de comemoração dos 100 anos de Colação de Grau da Primeira Turma da EEUFMG

Ocorrida há cem anos, a colação de grau da primeira turma da Escola de Engenharia foi lembrada no dia 29 de março, em solenidade no campus Pampulha.

Diplomas foram entregues a familiares dos nove engenheiros graduados em 29 de março de 1917 e dos 29 docentes que atuaram de 1911 a 1916. A homenagem póstuma também alcançou os primeiros funcionários da Escola.

Coordenador da comissão organizadora do evento, o vice-diretor da Escola de Engenharia, Cícero Murta Diniz Starling, resgatou documentos e memórias que contam os primeiros anos da Instituição.

Na solenidade, leu trechos de discurso que um dos nove engenheiros civis graduados em 1917, Jayme Salse Junior, fez em 1934, contando detalhes da rotina acadêmica e apontando traços da personalidade dos colegas que com ele integravam a primeira turma – Achilles Lobo, Aristóteles Juvenal de Faria Alvim, Arlindo da Silveira Filho, Attilio Carneiro Guimarães, Benedicto Quintino dos Santos, Benjamim Quadros, José Cortes Sigaud e José Custódio de Carvalho Drumond.

Cícero Starling falou da “experiência única” de localizar e estudar os documentos e do sentimento de pertencimento a essa história, que “liga o passado ao presente”. Para o vice-diretor, a Escola de Engenharia de hoje guarda “plena comunhão com os sonhos e nobres ideais” dos pioneiros, tendo formado ao longo dos anos mais de 24 mil engenheiros, mais de quatro mil mestres e doutores, cerca de quatro mil especialistas e seis mil trabalhadores da construção civil nos cursos de mão de obra industrial.

Segundo Starling, a Escola hoje abriga 11 cursos de graduação, 13 departamentos, mais de 300 docentes, cerca de uma centena de grupos de pesquisa e laboratórios, quase 150 funcionários, mais de 5,5 mil alunos de graduação, 11 programas de pós-graduação, com 1.250 alunos de mestrado e doutorado e cerca de 600 alunos de cursos de especialização.

O diretor da Escola, Alessandro Fernandes Moreira, enfatizou a importância das relações institucionais, especialmente para o futuro que hoje se constrói na Escola de Engenharia, solidamente baseado em parcerias que fortalecem iniciativas de inovação, empreendedorismo e o perfil solidário dos engenheiros.

Em referência às iniciativas citadas pelo diretor, hoje em funcionamento ou em implantação na Escola, o reitor Jaime Ramírez afirmou que “todas essas ações de grande impacto representam o alargamento do alcance do fazer acadêmico e a renovação da relevância desse trabalho, pela interação contínua com a sociedade e o compromisso com a difusão e o encontro dos saberes”.

Ao falar do futuro da Escola, o reitor afirmou ser imprescindível resgatar o inequívoco compromisso com o caráter público da UFMG, “o sentido público como aquilo que diz respeito a uma coletividade mas também à responsabilidade com a coisa pública, que é o dever não apenas de nós, gestores, mas de toda a nossa comunidade”.

Confira as fotos

3º Edital – Global Innovation Program

Está aberto novo edital para selecionar o represante da Escola de Engenharia no Global Innovation Program na UC Berkeley.

Os candidatos tem até o dia 25 de abril de 2017 para enviarem a inscrição com toda a documentação necessária para: selecao.berkeley@iebt.com.br

Para informações complementares e dicas para quem deseja se inscrever para o Global Innovation Program, acesse nossa página no Facebook ou:

Dicas para participar do Global Innovation Program

 EDITAL DO PROGRAMA 026/2017

Resultado da etapa de pré-seleção do Edital nº 026/2017

Resultado final do Edital nº 026/2017