Departamento de Engenharia Nuclear (DENU)

Chefia de Departamento:
• Chefe: Profa. Antonella Lombardi Costa
• Sub-Chefe: Profa. Ângela Fortini Macedo Ferreira

Secretário Departamental: Thales de Bessa Marques dos Santos

Localização: Sala 299, Bloco 4, 2º Andar.

Contatos: Tel: (31) 3409-6662 / E-mail: sec@nuclear.ufmg.br

Histórico
A atuação da UFMG na área nuclear começou em 1952 com a criação, na Escola de Engenharia, do Instituto de Pesquisas Radioativas-IPR. Em 1957, foi criado o Curso de Especialização em Engenharia Nuclear que formava especialistas no nível de pós-graduação. Este curso deu origem, em 1968, ao Curso de Pós-Graduação em Ciências e Técnicas Nucleares-CCTN, sendo este o primeiro curso de mestrado na área de Ciências Exatas da Universidade. Na década de 1960, em colaboração com a Comissão Nacional de Energia Nuclear- CNEN, foi instalado no Campus da UFMG, o reator de pesquisa TRIGA-IPR-R1. Em 1972, o IPR foi transferido para a Companhia Brasileira de Tecnologia Nuclear, criada para atender ao Acordo Nuclear Brasil-Alemanha. Devido às divergências de finalidades, tornou-se inviável a permanência do Curso de Ciências e Técnicas Nucleares dentro do IPR. Assim, em 1978, foi criado o Departamento de Engenharia Nuclear com a função de manter, dentro da UFMG, a área de conhecimento em Engenharia Nuclear. O Curso de Pós-graduação em Ciências e Técnicas Nucleares, desde o início cobre ampla faixa de áreas de conhecimento relacionadas com a energia nuclear, como física e engenharia de reatores, segurança de usinas nucleares, aplicações de radioisótopos, instrumentação nuclear, técnicas de radioproteção e dosimetria. Em 1989, devido aos aspectos estratégicos das alternativas para geração de energia elétrica a partir de diversas fontes de energia, entre as quais se inclui a energia nuclear, foi decorrência natural a inclusão da área de planejamento energético. Em 1998, esta área de concentração passou a ser chamada Engenharia da Energia. Com a implantação do nível de doutorado em 2006, o CCTN passou a ser denominado Programa de Pós-Graduação em Ciências e Técnicas Nucleares com duas grandes áreas de concentração:
• Ciências das Radiações;
• Engenharia Nuclear e da Energia.

Infraestrutura Física e de Pessoal
O atual corpo docente do Departamento de Engenharia Nuclear é composto por oito professores. O corpo técnico administrativo é formado por 3 funcionárias. Além disso, o DENU dispõe de 11 laboratórios aplicados para diversas pesquisas e uma sala de computadores destinada aos alunos(as) ligados ao Departamento.

Atuação em Ensino
As atividades de ensino desenvolvidas pelo Departamento de Engenharia Nuclear na pós-graduação consistem em aulas, orientações de teses de doutorado e dissertações de mestrado nas áreas de conhecimento relacionadas com a energia nuclear e suas aplicações e ao planejamento energético. Essas atividades se dão no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Ciências e Técnicas Nucleares – PCTN, ligado ao Departamento. Informações disponíveis no site (www.cctn.nuclear.ufmg.br).
Não existe curso de graduação vinculado ao Departamento de Engenharia Nuclear da UFMG. O relacionamento com a graduação se dá por meio de orientações de alunos de iniciação científica, tutoria de alunos de graduação da UFMG e externos e do oferecimento de disciplinas eletivas a cursos de graduação da UFMG.

Atuação na Pesquisa e na Extensão
O Departamento de Engenharia Nuclear desenvolve atividades de pesquisa e extensão nas áreas de tecnologia de reatores e ciclo do combustível nuclear; monitoramento do desenvolvimento de novas tecnologias de reatores nucleares; radiações aplicadas ao meio ambiente; radiações aplicadas na biomédica; instrumentação nuclear, dosimetrie e radioproteção; e engenharia da energia e planejamento energético.