Com o intuito de tornar mais acessíveis as mensagens digitais enviadas para nossa comunidade acadêmica por mailing eletrônico, solicitamos a adoção de determinadas práticas no momento de produção do conteúdo dessas peças. O objetivo é garantir que softwares específicos de leitura para usuários cegos sejam capazes de decodificar tais mensagens, garantindo o acesso à informação.

Para o atendimento desta solicitação, orientamos que todas as mensagens dirigidas à comunidade universitária sejam preferencialmente encaminhadas como texto. No caso de utilização de uma imagem como conteúdo do e-mail (a exemplo de um cartaz digital), o conteúdo da mensagem deve ser reproduzido na íntegra logo abaixo da imagem, de maneira que os softwares ledores consigam captar o texto e reproduzi-lo em áudio para o usuário.

Esclarecemos ainda que, nas situações em que o objetivo seja preservar a imagem da interferência do texto, basta utilizar a menor fonte possível, na cor branca. Sugerimos o uso da fonte Calibri, no tamanho 10.

Para atender aos critérios determinados pela Lei Federal 13.146, de 6 de julho de 2015 – Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência- é imprescindível que, nos materiais de divulgação digital produzidos na UFMG, esses procedimentos sejam adotados.

Na certeza de contarmos com a colaboração de todos, colocamo-nos à disposição para outros esclarecimentos que se façam necessários.

Of.nai-031-2017 comunicação acessível